Saúde Preventiva

A primeira consulta

imprensa,
A primeira consulta
Que alegria, nossa família aumentou!!!!!

Agora temos um novo filhote em casa e precisamos dar todo o cuidado e atenção que ele merece.

Um dos passos mais importantes é a primeira visita ao veterinário, que deve ser feita com muita responsabilidade.

Mas o que seria uma primeira consulta de qualidade?

Vamos primeiro entender o momento ideal. Geralmente, a primeira visita ao veterinário deve acontecer logo após o desmame quando o filhote está sendo introduzido a sua nova família, por volta dos 45 dias de idade. Caso o filhote chegue com uma idade mais elevada leve-o assim que ele estiver sob sua responsabilidade.

Ao iniciar a consulta o veterinário lhe fará uma série de perguntas para obter algumas informações importantes sobre o filhote. Como por exemplo, se ele é proveniente de uma casa de conhecidos, se vem de um canil, de uma loja, de um abrigo ou se você o resgatou do abandono. Isso é importante para saber o nível de desafios sanitários e nutricionais que esse filhote já enfrentou.

Avançando um pouco mais, chegará a fase do exame clínico. Nesse momento uma série de análises são feitas para saber sobre o peso, temperatura, respiração, hidratação, batimentos cardíacos, observação do canal auditivo e até mesmo uma observação nas mucosas da boca e olho.

Ao final dessa etapa o profissional determina se o filhote está apto a passar para os próximos passos, que seriam a primeira vermifugação e vacinação. Na verdade, ele também lhe passará um cronograma vacinal a ser seguido e também lhe orientará sobre os riscos dessa fase. Já que durante um período seu filhote ainda estará desenvolvendo suas defesas imunológicas.

Já chegando ao término da consulta o veterinário passará orientações sobre os próximos retornos. Assim como para as pessoas, durante a infância os animaizinhos retornarão a seus médicos com mais frequência. E conforme forem ficando maiorzinhos os períodos ficarão mais espaçados.

Aproveite o final da consulta para tirar algumas dúvidas que você tenha sobre a parte médica, como por exemplo conversar se a raça de seu animalzinho apresenta tendência para alguma doença. Assim vocês podem colocar no radar alguns exames que devem ser feitos de rotina para acompanhar tal predisposição.

E para finalizar se esforce para criar um vínculo entre o veterinário e você. É muito importante ter um profissional de confiança e responsável ao seu lado. Pegue os contatos da clínica para tratar de assuntos do dia a dia e se possível um contato particular para te socorrer caso alguma emergência venha a ocorrer.

Muito bom! Seu animalzinho tem uma sorte enorme em ter você como responsável por ele.

Parabéns!!!!